EM DEZ DIAS DE GOVERNO, TULIO LEMOS ABRE DIÁLOGO COM PROFESSORES E RECONHECE DÍVIDAS HERDADAS COM SALÁRIOS ATRASADOS.

Depois de mais de um ano de queda de braço com servidores municipais, principalmente devido à falta de diálogo, a Prefeitura de Macau sinaliza para um novo tempo. Em dez dias da atual gestão, já ocorreu a primeira reunião do prefeito Tulio Lemos com a presença da coordenação do Sindicato dos Trabalhadores na Educação-SINTE.


O encontro ocorreu na tarde desta terça-feira, 10, na sala de reuniões do Palácio João Melo, onde o professor Francisco Alan, em nome da categoria apresentou uma pauta de reivindicações, destacando a cobrança de um posicionamento do governo acerca do pagamento dos salários atrasados dos meses de novembro e dezembro de 2016.

Dívidas herdadas

O prefeito se pronunciou que o governo vai assumir as responsabilidades que são impessoais e não pertencem a prefeitos, mas adiantou que iniciará a gestão quitando dívidas adquiridas no seu governo. “Se a gente for inicialmente quitar as dívidas passadas vamos criar um desajuste referente ao mês de janeiro, o qual se pretende pagar os salários em dia”, explicou.

No encontro entre representantes dos professores e o poder público municipal foi relatado que entraram nos cofres da prefeitura, cerca quase R$ 9 milhões, somente no mês de dezembro, somado a outras receitas, no entanto, não houve pagamento da folha dos ativos e inativos, acumulando dois meses de salários atrasados.

Combate ao analfabetismo

O prefeito Tulio Lemos também se mostrou preocupado com o índice de 20% de analfabetismo no município e para reverter esse quadro, anunciou que vai investir em projetos de alfabetização. “Disponibilizo-me a ser um parceiro dos professores e assim, estou aberto ao diálogo para que, dentro das possibilidades, a gestão busque atender as necessidades da categoria numa perspectiva de parceria”, disse o prefeito.

Melhoria na Infraestrutura

Ainda na reunião com o SINTE, o Prefeito também anunciou melhorias na infraestrutura das escolas da rede municipal, para o início do ano letivo de 2016. Tulio aproveitou a ocasião para cobrar parceria da categoria em relação aos cuidados com as escolas públicas, inclusive na gestão da alimentação escolar, nos custos de água e energia elétrica e na manutenção da estrutura física. “O dinheiro é gerenciado pela prefeitura, mas requer o zelo de todos, além do compromisso e a fiscalização”, destacou.

Avaliação positiva

Representante do SINTE, Francisco Alan se pronunciou ao final da reunião e afirmou que a impressão no primeiro encontro, quanto à postura da nova gestão foi excelente. “Encontramos um prefeito aberto ao diálogo, fato importante para que as negociações com a categoria evoluam e os problemas sejam solucionados”, opinou Alan, que assumiu a diretoria da entidade em 1º de janeiro passado.

Participaram também da reunião o Vice-Prefeito Rodrigo Aladim, o Secretário Municipal de Educação Vagner de Sousa, o Controlador do Município Elias Júnior, o Secretário de Administração e Finanças, Fagner Teodósio, Técnicos da Secretaria de Educação, além da representante do setor jurídico do SINTE, a advogada Neile Nogueira.

Nova rodada de negociação

No final do encontro, uma nova reunião com o SINTE ficou agendada para o dia 17 deste, para tratar sobre a renegociação do pagamento dos salários atrasados e da correção do atrasado do 13º salário de 2016, como também acerca da data provável para o pagamento dos salários de janeiro.

Fonte: Assessoria de Comunicação de Macau.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
ESTAMPARIA 2F ARTIGOS PERSONALIZADOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE