BALA PERDIDA.


Menina de 4 anos é baleada durante tiroteio em Mossoró, RN.

Alvo dos tiros era adolescente de 16 anos, que foi executado a tiros .É a terceira criança vítima de bala perdida em Mossoró neste ano.

Uma menina de 4 anos foi atingida por uma bala perdida durante um tiroteio na tarde desta terça-feira (23) no bairro de Santo Antônio, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O alvo dos tiros era um adolescente de 16 anos, que também foi baleado e morreu no local. A criança foi baleada nas nádegas e não há risco de morte. O Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) informou que a menina está em observação e o estado de saúde dela é estável.

Os autores dos disparos foram dois homens, que chegaram a bordo de uma moto para executar o adolescente. A informação é do comandante da Polícia Militar de Mossoró, coronel Alvibá Gomes. "Mesmo baleado, o menor de idade infrator tentou correr por um trecho cheio de vielas, mas morreu com os tiros", relata. O adolescente morto era suspeito de ter cometido homicídios em Mossoró. O crime aconteceu por volta das 16h30.

A menina de 4 anos baleada nesta terça é a terceira criança vítima de bala perdida em Mossoró neste ano. No último dia 13 de julho, Ângela Kelly Filgueira de Araújo, de 12 anos, morreu com um tiro no olho durante a festa de aniversário da prima. Outras três pessoas da mesma família também foram baleadas na ocasião. O alvo era Silvio Severino da Silva, de 21 anos, pai da aniversariante. Ele levou um tiro no rosto, um no pescoço e outro na barriga. Testemunhas também relataram que a motivação para o crime seria acerto de contas e que Sílvio teria envolvimento com o tráfico de drogas na região.

Na noite do dia 24 de maio Deyse Kelly Félix da Silva, de 2 anos, foi baleada na perna durante um tiroteio entre gangues, não resistiu ao ferimento e morreu após ser levada ao hospital. A criança estava dentro de casa quando foi atingida pelos disparos, que também mataram um homem de 46 anos e deixaram feridos dois adolescentes, um de 15 anos e outro de 16 - que estariam fugindo de rivais.

Deyse Kelly foi alvejada na coxa esquerda. Ela foi socorrida ao Tarcísio Maia e liberada após ser medicada. Simone Kelly, mãe da menina, contou aos policiais que voltou pra casa com a criança, mas logo ela começou a sentir fortes dores e foi novamente levada ao hospital. A criança morreu pouco depois de chegar à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Santo Antônio.

Matéria publicada no Portal G1 RN.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
ESTAMPARIA 2F ARTIGOS PERSONALIZADOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE